Angelique Boyer fala da perda de sua mãe

Angelique Boyer, a montsserat da novela “O Que a Vida Me Roubou”, vai passar mais um Dia das Mães triste, pois, a protagonista de novelas mexicanas perdeu sua mãe há três anos, e falou o que isso significa para ela até hoje.

Angelique Boyer marcou presença na peça de teatro “Papi Piernas Largas” para prestigiar uma de sua melhores amigas, a professora de atuação Maru Dueñas, que dirige o espetáculo, e não pode deixa de dar uma entrevista no tapete vermelho do evento.

Nas vésperas dos Dias das Mães, Angelique Boyer que perdeu sua mãe em junho de 2014, não pode escapar do assunto, a atriz mandou uma mensagem para todos que perderam suas mães: “Mando um grande abraço a todas as pessoas que já não tem suas mães nesse mês de maio, que rezem por suas mães”.

Angelique ainda falou o que representou a perda da sua mãe em sua vida: “A verdade é que minha personalidade tem muito haver com a forma em que cresci ao lado dela e como meus pais me educaram, e perder minha mãe aos 26 anos me fez amadurecer muito”.

A estrela ainda contou que se arrepende de não ter se despedido direito de sua mãe: “Aconselho a quem tem uma pessoa doente, converse com ela, pois acredito que escuta, é algo que eu não fiz e me arrependo muito”.

Sylvie Rousseau, mãe de Angelique Boyer, morreu aos 49 anos devido a complicações que ocorreram após se submeter a uma cirurgia de coração aberto, ela ficou muitos dias hospitalizada antes e depois da cirurgia e Angelique se arrepende de não ter conversado com sua mãe nessa época e de não ter se despedido.

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *