Após afirmar que não queria ser mãe, atriz mexicana fala da emoção de estar grávida

Marlene Favela atriz mexicana

A vida dar muitas reviravoltas e surpreende, isso é bem o que vem acontecendo com a atriz mexicana Marlene Favela, que interpretou a Sônia na novela Rubi, que foi exibida no SBT 4 vezes, sendo a última em 2017.

Marlene Favela, que abandonou as novelas mexicanas, afirmou em 2017 que casamento e filhos não estava em seus planos, na época ela namorava o empresário George Seely, porém, como a vida dar muitas voltas no fim daquele mesmo ano ela não resistiu e acabou se casando com o namorado. Marlene Favela teve um casamento de princesa.

As mudanças em sua vida não acabaram por aí, porque, além de se casar, veio a grande notícia que a atriz mexicana esperava seu primeiro filho, o que causou certa estranheza devido suas declarações no passado quando disse que a maternidade não fazia parte de seus planos de vida, ela disse: “A maternidade não é algo que eu quero, existem mulheres que sonham em ser mãe e outras como eu que não.”

A atriz de Rubi está com 41 anos e entrando em seu quarto mês de gestação, feliz da vida Marlene Favela revelou estar curtindo muito a maternidade e que seu marido está radiante com a chegada do primeiro filho.

Marlene Favela publicou em seu canal do YouTube um vídeo falando desse momento especial de sua vida, emocionada, ela falou como foi ouvir pela primeira vez o coração do seu bebê: “A sensação que uma mulher sente a primeira vez que escuta o coração de seu bebê é como se o mundo parasse. É uma sensação que não tem como explicar”. Ela também falou sobre o sexo do bebê: “Não sabemos ainda se é um menino ou menina. Meu marido quer que seja uma surpresa, mas eu estou muito ansiosa para saber”.

A atriz mexicana também falou como está se sentindo como mãe de primeira viagem: “Meus hormônios estão como uma montanha russo, mas eu amo como meu corpo está se transformando. Eu amo como cada centímetro do meu corpo está mudando, meu cabelo, minha pele, é como uma viagem. Estou comendo a cada três horas porque meu bebê gosta de comer e tudo que quero é que meu bebê seja feliz e saudável.”

Contudo nem tudo é alegria na vida de Marlene Favela, pois, no ano passado ela perdeu seu pai, Felipe Favela, que era um homem saudável apesar do avanço da idade, ele ganhou uma homenagem da filha: “Ele foi o homem mais interessante que conheci o homem mais corajoso, vivia cada dia como se fosse o último, admirava tudo ao seu redor, nunca reclamava de nada mesmo a vida não sendo fácil, recebia cada coisa com muita paixão e sabedoria como ninguém.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *