Saiba quais são os perigos da dieta Keto

No mundo é possível encontrar uma pluralidade de dietas que promete fazer emagrecer em pouco tempo, entre elas está a dieta Keto que já foi aderida por mulheres famosas e comuns. Essa dieta consiste no baixo consumo de carboidratos (apenas 5% da alimentação diária) e o alto consumo de gorduras boas (em torno de 70%). A dieta Keto oferece resultados rápidos, mas também oferece diversos riscos para a saúde. Por isso, antes de começar qualquer dieta é fundamental procurar um médico.

Perigos da dieta Keto

Distúrbios alimentares – A dieta Keto é contraindicada para pessoas com histórico de distúrbios alimentares por ser muito restritiva e tirar grupos inteiros de alimentos da alimentação diária. É importante destacar que todos os alimentos são seguros e podem ser encaixados em uma alimentação saudável.

Problemas no funcionamento de órgãos vitais – Por restringir quase que totalmente os carboidratos, essa dieta pode fazer com que a pessoa sofra de falta de glucose. Quando isso ocorre, o corpo começa a retirar as proteínas dos músculos. Esse processo pode causar vários problemas, como a diminuição no processo de recuperação do corpo ou prejudicar o funcionamento de órgãos vitais como: rins, pulmão, coração e fígado.

Desidratação – A dieta Keto promete diminuir o apetite, queimar gorduras e auxiliar na manutenção muscular. Esse é um processo chamado Cetose, que em casos extremos pode causar uma condição chamada cetoacidose, que acumula cetonas no sangue e, por isso, aumenta a acidez sanguínea e causa a desidratação do corpo. A desidratação pode levar ao coma ou à morte.

Aceleração dos batimentos cardíacos – Como ocorre em qualquer dieta com baixo consumo de colesterol, é comum que os batimentos cardíacos acelerem nas primeiras semanas. Quem tem problemas como arritmia deve dizer ao médico, pois, essa dieta pode provocar episódios da doença.

Deficiência de vitaminas e minerais – Outra preocupação causada pela Keto é a limitação da ingestão de vegetais e o encorajamento para não consumir frutas. Vegetais e frutas são fontes de antioxidantes, fibras e outros nutrientes essenciais.

Aumento no nível de colesterol – A dieta Keto incentiva o consumo de gorduras boas, chagando a 70% da alimentação diária. Entretanto, no dia a dia é mais fácil comer gorduras ruins como carnes gordas e manteigas. O resultado é o aumento do colesterol ruim e preocupa ainda mais para quem tem algum problema cardiovascular. A dica é fazer exames de colesterol periodicamente.

Portanto, a dieta Keto pode até fazer perder peso e gorduras, porém, a pessoa arrisca a saúde. Então o melhor é adotar uma alimentação saudável com todos os alimentos que devem ser consumidos de forma moderada e exercícios físicos, somente assim, poderá emagrecer com saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *