William Levy, Thalia e outros famosos se revoltam com a situação de imigrantes nos Estados Unidos

Recentemente uma notícia deixou o mundo todo revoltado, pois, foi divulgada uma matéria mostrando a situação de crianças imigrantes que foram separadas dos seus pais. Uma lei de tolerância zero que está em vigor nos Estados Unidos se tornou um verdadeiro filme de terror para quem tenta entrar no país ilegalmente, porque, as famílias que são pegas na fronteira dos Estados Unidos com o México são separadas, ou seja, os pais vão presos e as crianças para abrigos.

O vídeo onde mostra as crianças sozinhas em uma espécie de jaula revoltou a todos, inclusive, famosos como William Levy, Thalia, Ana Brenda Contreras, Paulina Goto e muitos outros.

William Levy, Thalia e outros famosos se revoltam com a situação de imigrantes nos Estados Unidos. Os famosos publicaram em suas redes sociais uma foto de um menino chorando e fizeram o seu protesto. William Levy disse: “Essa merda é foda inumana!!! Estas são crianças idiotas, não cachorros!! Imagine seus filhos nessa posição por um segundo e veja o que você sente!!! Não faça isso com um cachorro porque você será penalizado com a crueldade contra os animais, mas nosso próprio governo está fazendo isso com nossos filhos? Só porque eles são pais deixaram tudo para trás para dar aos seus filhos uma chance de viver o sonho americano? Homem!!! O que está acontecendo com esse país? O que aconteceu com o sonho americano?”

William ainda disse que a notícia não é falsa é a realidade para mais de duas mil crianças que foram separadas dos pais na fronteira dos Estados Unidos.

Thalia foi outra famosa que ficou indignada, ela escreveu: “Não posso com a desesperança e dor de ver estas criaturas sofrendo sem entender onde estão seus pais! Isto vai mais além do que qualquer situação política. Como mãe não poderia imaginar estar separada dos meus filhos, não saber se comem, se passam frio, se estão sendo mal tratados, se pensam que jamais voltarão a ver seus pais. Me parte a alma e isso tem que parar”.

Já Ana Brenda Contreras disse que condena essa violação dos direitos humanos e Paulina Goto publicou a mesma foto do garotinho chorando, mas com a frase: “As famílias devem permanecer juntas”.

Portanto, o presidente Donald Trump está revoltando a todos, não só os que nasceram nos Estados Unidos, mas as pessoas que nasceram em outros países, mas moram nos Estados Unidos e todo o mundo não importando o país que vive.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *